quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Para ir à reunião dos filhos não tem tempo, será que terão para criticar os profissionais (babá)?

Educação

Quarta, 22 de outubro de 2008, 10h06 Atualizada às 11h08

SP: pais vão poder opinar sobre qualidade de ensino

A Secretaria de Estado da Educação vai enviar a partir desta segunda-feira, questionários sobre qualidade de ensino e aprendizagem para todos os pais ou responsáveis por alunos que participarão do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). É a primeira vez que um levantamento deste tipo é realizado no Estado.

» SP: inicia inscrições para financiamento de laptops

Receberão as perguntas todos os pais e mães dos cerca de 1,8 milhão de estudantes que passarão em novembro pelas provas (matemática, língua portuguesa e ciências da natureza).

A expectativa da Secretaria é que cerca de 3,6 milhões de pais ou responsáveis respondam, em conjunto, aos questionamentos. Até 4 de novembro o questionário deve ser devolvido às escolas. A entrega e a devolução será feita pelos alunos.

Em 5 de novembro as escolas devem encaminhar as respostas às suas respectivas Diretorias de Ensino. Participarão do Saresp, em 25 e 26 de novembro, estudantes de 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio da rede estadual.

Além de situação socioeconômica, o levantamento pretende verificar a opinião dos pais sobre a escola do filho, hábitos de estudo, trajetória escolar, dinâmica das aulas e prática dos professores, entre outros pontos. A Secretaria já orientou escolas para, caso haja necessidade, reunir os pais ou responsáveis para orientação de como responder as perguntas.

O questionário faz parte do sistema de avaliação organizado pela Secretaria. A idéia é cruzar os dados com os resultados do Saresp, verificando as variáveis que interferem no desempenho dos alunos, obtendo conhecimento sobre possíveis influências na avaliação. A Secretaria está também disponibilizando questionários para os professores, supervisores e diretores estaduais.

Além dos pais e responsáveis, os alunos terão de responder questões. São perguntas socioeconômicas e culturais que envolvem o dia-a-dia familiar dos estudantes.

"É fundamental que tenhamos uma avaliação completa. Além dos resultados dos alunos nas provas, queremos saber o que pode influenciar em sua vida escolar. Estamos fechando todos os lados para verificar como dar um passo adiante na educação", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Nenhum comentário: