segunda-feira, 2 de março de 2009

Defasagem salarial


Segundo a Folha uma diarista recebe em média 62 reais, o que da 7,7 reais por hora. O professor recebia em fev/98 cerca de 4,3 salários mínimos, em fev/09 passou a receber pouco menos de 2 mínimos. Se o governo não conceder aumento em mar/09, como o aumento do mínimo federal para R$ 465, passará a receber apenas 1,7 mínimos.Esta queda do poder aquisitivo do professor pode ser percebida também em na diminuição da quantidade de cestas básicas que seu salário pode comprar. Os professores necessitam de um aumento de cerca de 27,43% sobre o salário base para recuperarem o poder compra que tinham em 1998 Mesmo considerando as gratificações ainda há uma perda de cerca de 11,27% O crescimento da real da receita é prova que o Governo acumulou uma gordura significativa nos últimos anosA LRF nem de longe serve de desculpa para o arrocho salarial, uma vez que a uma folga de 4,7 bilhões para aumento do gasto com pessoal Este ano a crise de ser usada de desculpas para contenção de gastos, mas mesmo que o país fique estagnado, ainda assim o governo tem uma margem folgada para concessão de aumento.Esta margem está bem acima do valor necessário para incorporação das gratificações e para recuperação do poder de compra da categoria, calculado em cerca de 1,36 bilhões (equivale aos 27,43% de aumento).

Nenhum comentário: