segunda-feira, 30 de março de 2009

Professores de SP podem reclamar sobre valor do bônus na diretoria da sua escola

Os profissionais da Educação do Estado de São Paulo recebem nesta terça (31) o bônus por mérito. Escolas que avançaram em relação ao Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) do ano passado ou que estão na lista dos colégios com melhores notas no índice vão receber algum tipo de bonificação.

Se o profissional discordar do valor creditado, ele pode recorrer à diretoria da escola segundo a secretaria de Educação. Lá, o funcionário poderá verificar se as faltas interferiram no bônus. Caso haja alguma incorreção, a escola deverá entrar em contato com a sua diretoria de ensino para que a retificação seja feita.

Como funciona o bônus

A bonificação equivale à evolução da escola. Se as metas foram 100% alcançadas, todos os funcionários da escola receberão o total do bônus: 20% dos 12 salários mensais, ou seja, 2,4 salários mensais a mais.

Se a escola atingiu 50% de sua meta, seus funcionários recebem 50% do bônus - 1,2 salário mensal a mais. Se a escola chegou a 10% da meta, seus funcionários recebem 10% do bônus.

Os funcionários das escolas que superaram as metas pré-estabelecidas recebem também pelo resultado superior. Ao passar 20% do índice os funcionários têm acréscimo de 20% ao bônus total. Se passar 10%, 10% a mais, com teto em 20%. Isso equivale a 2,9 salários na forma de bônus.

Nenhum comentário: