sexta-feira, 27 de novembro de 2009

PROFESSORES APROVAM REALIZAÇÃO DE NOVA ASSEMBLEIA PARA 1º DE DEZEMBRO, TERÇA-FEIRA, NA PRAÇA DA REPÚBLICA.









ASSEMBLEIA NO DIA 1º DE DEZEMBRO

TODOS DE OLHO NA NEGOCIAÇÃO!
EM DEFESA DA CARREIRA
CONTRA A “PROMOÇÃO POR MÉRITO” DA SEE
REAJUSTE SALARIAL PARA TODOS!

Em assembleia realizada na quinta-feira, 26 de novembro, cerca de 4 mil professores aprovaram nova assembléia, com paralisação, para o próximo dia 1º de dezembro, às 16h30, contra a avaliação por mérito, pelo caráter classificatório da prova dos ACTs (sem divisão por categorias), em defesa da carreira e pela reposição salarial para todos, já!

Por decisão da assembleia, seguindo o plano de lutas aprovado na IV Conferência Estadual de Educação “Jane Beauchamp” da APEOESP, os professores NÃO PARTICIPARÃO da “promoção por mérito”, que desrespeita a carreira, fragmenta e promove a competição entre os docentes.
A assembleia em 1º de dezembroocorrerá na mesma data em que se realizará a reunião da Diretoria da APEOESP com o Secretário da Educação, agendada inicialmente para esta quinta- feira, mas desmarcada pelo governo. É de suma importância que todos os docentes que participaram da assembleia nesta quinta-feira tragam seus colegas, paralisem sua escola e reforcem a luta contra os projetos deste governo.

Greve no início do ano

Os professores também ratificaram a proposta de greve para o início do ano letivo de 2010, caso as reivindicações não sejam atendidas: 27,5% de reajuste salarial; 6% de reposição das perdas de 2009; incorporação da GAM e da GG com extensão aos aposentados; fim da política excludente de “promoção por mérito”. Para tanto, a APEOESP buscará a unificação com as outras entidades do magistério e, como parte do processo de luta, realizará o “bota-fora” de Serra e Paulo Renato, algozes da categoria.

Mais uma vez, ficou patente o descontentamento da categoria com as políticas adotadas pelo governo José Serra e pelo secretário Paulo Renato Souza, que reagiu com um BASTA aos ataques governamentais. Até agora, a administração não se manifestou se o provão dos ACTs será eliminatório ou classificatório. A APEOESP não abrirá mão do caráter classificatório da prova, e reforça sua defesa de que a atribuição de aulas e/ou classe se dê pela seguinte ordem: professores efetivos, estáveis pela Constituição de 1988, estáveis pela Lei da SPPrev e categoria “L”.

Os ataques também atingem os professores efetivos. A Lei Complementar 1097/2009 (PLC 29) arrebenta com a carreira do magistério, ao impor uma avaliação para que o professor tenha direito a reajuste salarial. Além disso, este direito fica limitado a até 20% dos professores – sejam eles efetivos, estáveis ou ACTs – , deixando de fora pelo menos 80% da categoria. Por isso, a assembleia aprovou o total boicote a esta avaliação do PLC 29.

Também reforçou a necessidade de ampliação da luta contra a municipalização e qualquer reforma da educação básica que retire disciplinas do currículo e pela imediata aplicação da jornada da Lei do Piso.

DE OLHO NA NEGOCIAÇÃO

DIA 1º DE DEZEMBRO
ASSEMBLEIA COM PARALISAÇÃO
TODOS À PRAÇA DA REPÚBLICA, ÀS 16:30 HORAS

* Pelo boicote à avaliação por mérito (PLC 29)
* Garantia do caráter classificatório (sem divisão por categorias) da prova dos ACTS
* Em defesa da carreira
* Reajuste salarial para todos
* Unidade de todos os professores: efetivos, ACTs e aposentados

3 comentários:

Anônimo disse...

é realmente a apeoesp deve nos ajudar a lutar contra esse governo sem noção q faz falcatruas e divide nos educadores em categorias mas inganar mascarar seus interesses...

Anônimo disse...

olha estava olhando a bibliografia tem livros muito caros é certo q devem ser bons mas inviáveis para nosso salário de professor eventual e "L",fico boba e sem ação paralisada pelo q fiseram conosco ,isso porque temos q ensinar o aluno a formar consciencia critica...o q podemos diser a eles sobre nossos governantes

Anônimo disse...

Genial fill someone in on and this enter helped me alot in my college assignement. Thank you as your information.