quarta-feira, 29 de abril de 2009

Porque as mulheres choram?

Um garotinho perguntou à sua mãe:

- Mamãe, por que você está chorando?

E ela respondeu:
- Porque sou mulher...
- Mas... eu não entendo.

A mãe se inclinou para ele, abraçou-se e disse:
- Meu amor, você jamais irá entender!

Mais tarde o menininho perguntou ao pai:
- Papai, porque mamãe às vezes chora sem motivo?
- Todas as mulheres sempre choram sem motivo...

Era tudo o que o pai era capaz de responder...

O garotinho cresceu e se tornou um homem. E, de vez em quando, fazia a si mesmo a pergunta:

"por que será que as mulheres choram, sem ter motivo para isso?"

Certo dia esse homem se ajoelhou e perguntou a Deus:
- Senhor, diga-me... por que as mulheres choram com tanta facilidade?

E Deus lhe disse:
- Quando eu criei a mulher, tinha que fazer algo muito especial.
Fiz seus ombros suficientemente fortes, capazes de suportar o peso do mundo inteiro... porém suficientemente suaves para confortá-lo.
Dei a ela uma imensa força interior para que pudesse suportar as dores da maternidade e também o desprezo que muitas vezes provem de seus próprios filhos!
Dei-lhe a fortaleza que lhe permite continuar sempre a cuidar de sua família, sem se queixar, apesar das enfermidades e do cansaço, até mesmo quando outros entregam os pontos!
Dei-lhe sensibilidade para amar seus filhos, em qualquer circunstância, mesmo quando esses filhos a tenham magoado muito...
Essa sensibilidade lhe permite afugentar qualquer tristeza, choro ou sentimento da criança, e compartilhar as ansiedades, dúvidas e medos da adolescência!
Porém, para que possa suportar tudo isso, meu filho... eu lhe dei as lágrimas, e são exclusivamente, para usá-las quando precisar. Ao derramá-las, a mulher verte em cada lágrima um pouquinho de amor. Essas gotas de amor desvanecem no ar e salvam a humanidade!

O homem respondeu com um profundo suspiro...
- Agora eu compreendo o sentimento de minha mãe, de minha irmã, de minha esposa.


Autor: Desconhecido.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Estou concorrendo, faça também


É só clicar na imagem e se cadastrar.

Presentinho

apesar de ainda não ser mamãe, ganhei com muito carinho este selinho da amiga Vania Carla e ofereço para todas as mamães que me visitam.




Pai de aluno morre baleado dentro de escola estadual na zona norte de SP

da Folha Online Atualizado às 20h21.

O pai de um aluno foi baleado dentro de uma escola estadual na zona norte de São Paulo no final da tarde desta segunda-feira, de acordo com a Polícia Militar. Ele morreu no pronto-socorro.

De acordo com informações preliminares da PM, o crime ocorreu por volta das 17h30, na escola estadual Carlos Borba, na rua Joana Pedroso dos Santos, no Jardim Shangrilá. Um homem entrou correndo na escola e teria baleado o pai do aluno, de 25 anos.

O homem foi encaminhado para o pronto-socorro de Taipas onde morreu. A PM não soube informar as circunstâncias em que o homem foi baleado. O caso foi encaminhado para registro no 74ºDP (Jaraguá).

A Secretaria Estadual de Educação lamentou o crime e afirmou que o caso está sendo investigado pela Polícia Civil. O órgão, no entanto, não soube informar se a escola deve adotar novas medidas de segurança após o ocorrido.


Lamenta........... Também lamento........... É uma vergonha o que acontece nas escolas............

Eu trabalho em uma onde temos que observar bem o que falamos........... temos todos os tipos de alunos..................

Todos corremos risco, seja lá ou em qualquer outra unidade escolar, pois estamos totalmente vulneraveis............................. até quando?????????????

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Municípios ignoram fundamental de nove anos

Da Agência JB Online
Mais de 800 municípios em 17 estados brasileiros ainda não implantaram o ensino fundamental de nove anos determinado pela Lei 11.247/2006. Entre os Estados que concentram o maior número de cidades nessa situação está São Paulo, com 354 cidades, seguido pela Bahia, 141, Pará, 92 e o Maranhão, 89. A partir de 2010, a matrícula de estudantes de seis anos será obrigatória. A maioria dos municípios que ainda não adotaram o novo sistema afirma que falta estrutura física e professores para atenderem a nova demanda.

Segundo a coordenadora geral do ensino fundamental do MEC (Ministério da Educação), Edna Martins Borges, a renovação em 70% das secretarias de Educação nas últimas eleições municipais colaboraram para o atraso na implementação.

"Alguns secretários ainda não se deram conta de que o prazo de implantação termina no final do ano", ressalta Edna.

Por lei, a responsabilidade financeira da ampliação de escolas e a contratação de professores é responsabilidade de estados e municípios. O Ministério da Educação garante que está realizando um esforço concentrado para ajudar essas cidades. Mas esse apoio ficará, a princípio, no âmbito de instruir na reelaboração da proposta pedagógica das secretarias de educação e do projeto político-pedagógico das escolas. Para tanto, o ministério encomendou ao Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais uma publicação que orienta como trabalhar a linguagem e a escrita com alunos de seis anos.

Edna ressalta, no entanto, que alguns municípios poderão pedir mais recursos para a ampliação das escolas por meio do PAR (Plano de Ação Articulada), a partir do segundo semestre desse ano, quando haverá um monitoramento nacional do programa do MEC.

Novo endereço da Apeoesp Itaquaquecetuba


Rua Maria Josefina dos Passos, 150 - Centro (perto do cemitério velho e na rua do colegio Apollo)

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Este é o selinho que ofereço de todo coração

Ofereço a todos os amigos blogueirossssssssssssssssssssssssssssssss! Viva a amizade!

É só copiar e oferecer a todos os amigosssssssssssssss!
bjks





Conforme prometi, seguem alguns dos textos para o Processo de Seleção


Textos da bibiografia do processo seletivo para professor coordenador para ensino fundamental ciclo II e ensino médio e documentos da proposta curricular.

SÃO PAULO (Estado) Secretaria da Educação. Proposta curricular
do Estado de São Paulo para o ensino fundamental Ciclo
II e ensino médio: documentos de apresentação. São Paulo: SE, 2008.
Disponível em:
clique aqui

SÃO PAULO (Estado) Secretaria da Educação. Proposta curricular
do Estado de São Paulo: documento de apoio para as atividades
do início do ano letivo de 2008.
São Paulo: SE, 2008.
Disponível em: clique aqui (PDF, 923KB)

SÃO PAULO (Estado) Secretaria da Educação. Proposta curricular do Estado de São Paulo: caderno do gestor 1. São Paulo: SE, 2008.
Disponível em: clique aqui (PDF, 895KB)


ACESSO AOS DEMAIS TEXTOS INDICADOS

AZANHA, José Mario Pires. Autonomia da escola, um reexame.
In: BORGES, Abel S. A autonomia e a qualidade do ensino na escola pública. São Paulo: FDE, 1995. p. 37-46. (Idéias, 16).
Disponível em: clique aqui (PDF, 50.2KB)


AZANHA, José Maria Pires. Uma reflexão sobre a didática.
In: ___________. Educação: alguns escritos. São Paulo: Nacional,
1987. p. 70-77.
Disponível em: clique aqui

BERGER FILHO, Ruy. Currículo e competências.Brasília 2001.
Disponível em: clique aqui (PDF, 152KB)

CASTRO, Maria Helena G. O Desafio da qualidade. In:
ITAUSSU, Arthur; ALMEIDA, Rodrigo de (Org.). O Brasil tem jeito?
Rio de Janeiro: Zahar, 2007. cap. 2 - A educação tem jeito? p. 35-72.
Disponível em: clique aqui (PDF, 295KB)

MACEDO, Lino de. Competências na educação. São Paulo, 2007.
Disponível em: clique aqui (PDF, 370KB)

MACEDO, Lino de. O desafio da escola para todos. Pátio: revista pedagógica. Porto Alegre: Artmed, v. 8, n. 32, p. 16-19,
nov. 2004/ jan. 2005.
Disponível em: clique aqui (PDF, 228KB)

MACEDO, Lino de. Desafios à prática reflexiva na escola. Pátio: revista pedagógica. Porto Alegre: Artmed, v. 6, n. 23, p. 12-15,
set./out. 2002.
Disponível em: clique aqui (PDF, 635KB)

MACEDO, Lino de. O fracasso escolar hoje. Pátio: revista pedagógica.
Porto Alegre: Artmed, v. 3, n. 11, p. 20-23, nov. 1999/ jan. 2000.
Disponível em: clique aqui (PDF, 1.70MB)

MACEDO, Lino de. Piaget e a nossa inteligência. Pátio: revista
pedagógica. Porto Alegre: Artmed, v. 1, n. 1, p. 10-13,
maio/jul. 1997.
Disponível em: clique aqui (PDF, 3.31MB)

MACEDO, Lino de. Reflexões sobre o cotidiano na sala de aula. Pátio: revista pedagógica. Porto Alegre: Artmed, v. 6, n. 22, p. 10-13,
jul/ago. 2002.
Disponível em: clique aqui (PDF, 1.44MB)

MACEDO, Lino de. Uma questão de escolha. Pátio: revista
pedagógica. Porto Alegre: Artmed, v. 10, n. 38, p. 12-15,
maio/jul. 2006.
Disponível em: clique aqui (PDF, 1.63MB)

MELLO, Guiomar Namo de; ATHIE, Lourdes. Gestão escolar eficaz.
São Paulo. Elaborado a pedido da Fundação Lemann,
Fevereiro 2005.
Disponível em: clique aqui (PDF, 220KB)

MELLO, Guiomar Namo de; DALLAN, Maura Chezzi; GRELLET, Vera.
Por uma didática dos sentidos (transposição didática, interdisciplinaridade
e contextualização). In: MELLO, Guiomar Namo de. Educação escolar brasileira: o que trouxemos do século XX?
São Paulo: Artmed, 2004. p. 59-64 .
Disponível em: clique aqui (PDF, 67KB)

MELLO, Guiomar Namo de; DALLAN, Maura Chezzi; GRELLET, Vera.
Projetos como alternativa de ensino e aprendizagem. In:
MELLO, Guiomar Namo de. Educação escolar brasileira: o que
trouxemos do século XX?
São Paulo: Artmed, 2004. p. 51- 53.
Disponível em: clique aqui (PDF, 41KB)

MELLO, Guiomar Namo de; DALLAN, Maura Chezzi; GRELLET, Vera.
Proposta pedagógica e autonomia da escola. In: MELLO, Guiomar Namo de. Educação escolar brasileira: o que trouxemos do século XX?
São Paulo: Artmed, 2004. p. 43-50 .
Disponível em: clique aqui (PDF, 108KB)

MENEZES, Luiz Carlos de. Projeto pedagógico: rever o quê, mudar por quê. Acesso: revista de educação e informática.
São Paulo: FDE, v. 10, n. 14, p. 29-34, dez. 2000.
Disponível em: clique aqui (PDF, 168KB)

mais selinhosssssssssssss

ganhei estes selinhos lindos da amiga Eneida, obrigadãooooooooooooooooooo






Atribuições da semana - DE Itaqua

E E Bertha Corrêa e Castro da Rocha
E E Prof. Cicero Antonio de Sá Ramalho
E E Eliseu Jorge
E E Profº Elias Zugaib
E E Jardim Itaquá
E E Vereador Valter da Silva Costa
E E Parque Viviane / Jardim Adriana
E E Pequeno Coração II
E E parque Piratininga III
E E Prof Walter de Almeida Monteiro
E E Recanto Monica II
E E José Olympio Pereira Filho
E E Profª Lacy Lenski Lopes
E E Domingos Milano
Profª. Vera Lúcia L. Costa - Eventual
E E Bairro Pequeno Coração II - Eventual
Postado as 16h08

24 de abril - Dia nacional de paralização pelo piso


Da Agência Brasil
Começa nesta segunda (20) em todo o país uma semana de conferências escolares estaduais e municipais em defesa da educação pública brasileira. Coordenada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação), a mobilização vai culminar com uma paralisação geral dos professores de escolas públicas de todo o país na próxima sexta-feira (24).

"Essas conferências escolares têm incluído vários temas de discussão nas escolas, desde o financiamento da educação, a gestão democrática e qualidade da educação. E no dia 24 teremos greve nacional de um dia em defesa do piso que não foi implantado ainda por muito estados", explica Denilson Costa, secretário-geral do CNTE.

Segundo ele, mesmo os professores dos estados que já aplicam o piso de R$ 950 estipulado por lei federal, vão parar para defender a aplicação de outros pontos da lei que ainda não estão sendo respeitados por muito estados. "Na verdade, essa é uma lei que tem várias conseqüências, porque tem estados que aplicam o piso, mas não respeitam a jornada de trabalho ou o reajuste anual do piso, por exemplo", explica Costa.

As conferências que ocorrerão ao longo da semana também terão como objetivo preparar os delegados que irão para as conferências estaduais e municipais preparatórias à Conferência Nacional da Educação, que será realizada no próximo ano.

Mariana Jungmann

è muito bom reclamar na sala dos professores, mas esta reclamação não chegará aos ouvidos do Serra (pre-candidato a presendente) e ao Sr Paulo Renato (que seguindo a política do PSDB não recebe manifestantes). Então se você que é educador de verdade, professor de verdade, que pelo menos respeita a educação, tem o dever moral de parar nessa data. O importante é que este meu apleo não é somente aos professores de São paulo, mas a todos os professores do Brasil, seja de qual rede trabalhe.
PARAR DIA 24 É QUESTÃO DE VERGONHA!

sábado, 18 de abril de 2009

olha que trabalho mais que lindoooooooooooooo




Encontrei na página de uma amiga e não resisti em mostrar, clique na imagem e conheçam este maravilhoso trabalho artesanal da Profª Cibelly (detalhe, tinha q ser prof, hehe).....................

Edital de Abertura de Processo Seletivo de Professor Coordenador


realizado conjuntamente pelas Diretorias de Ensino – Regiões de Itaquaquecetuba, Guarulhos Norte e Guarulhos Sul.

Abertura de Processo de Seleção de Professor Coordenador do Ensino Fundamental Ciclo I, Professor Coordenador do Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio e Professor Coordenador para Oficina Pedagógica.

Clique na imagem para acessar o edital e a bibliografia. (pretendo disponibilizar os textos [resenhas] que tenho sobre os autores pedidos, basta mandar um email solicitando deacortelazzi@gmail.com)


quinta-feira, 16 de abril de 2009

Presente lindooooooooooo que ganhei

meu cachorrinho (PitBullBoy) lindo ganhou tag lindinha da minha amiga Yashmin
obrigadãooooooooooooooooooo

selinho de amizade



Ofereço a todos os amigos blogueirossssssssssssssssssssssssssssssss! Viva a amizade!

É só copiar e oferecer a todos os amigosssssssssssssss!
bjks





Presentinhosssssssssssssssssssssssss

Estes lindinhos ganhei da amiga Rosana.


Ganhei este ovinho lindo da amiga Sandra, do Aprender e sonhar.


Agradeço de coração a todos e peço desculpa por demorar em postá-los visto não estar muito bem de saúde e tempo. Deus abençoe a todas e em breve selinho novo pra vocês!!!!

COISAS DE MULHER


Ela passou o primeiro dia empacotando todos os seus pertences em Caixas, engradados e malas.
No segundo dia, ela chamou os homens da transportadora que levaram a mudança.
No terceiro dia, ela se sentou pela última vez na bela mesa da sala de jantar, à luz de velas, pôs uma música suave e se deliciou com uns camarões, um pote de caviar e um garrafa de Chardonnay.
Quando terminou, foi a cada um dos aposentos e colocou alguns pedaços de casca de camarão, besuntados com caviar, nas cavidades dos varais das cortinas.
Depois ela limpou a cozinha e se foi.
Quando o marido retornou com a nova namorada, tudo estava um brinco nos primeiros dias.
Depois, pouco a pouco, a casa começou a feder.
Eles tentaram de tudo: limpando, lavando e arejando a casa..
Todas as aberturas de ventilação foram verificadas à procura de possíveis ratos mortos e os tapetes foram limpos com vapor..
Desodorantes de ar e ambiente foram pendurados em todos os lugares..
A empresa de combate a insetos foi chamada para colocar gás em todos os encanamentos, durante alguns dias, durante os quais tiverem de sair da casa, e no fim ainda tiveram de pagar para substituir o caríssimo carpete de lã.
Nada funcionou.
As pessoas pararam de visita-los.
Os funcionários das empresas de consertos se recusavam a trabalhar na casa..
A empregada se demitiu..
Finalmente, eles não suportavam mais o fedor e decidiram se mudar.
Um mês depois, apesar de terem reduzido o valor da casa em 50%,eles não conseguiram um comprador para a casa fedorenta.
A notícia se espalhava e nem mesmo corretores de imóveis locais retornavam as ligações.
Finalmente, eles tiveram de fazer um grande empréstimo do banco para comprar uma casa nova.
A ex-esposa ligou para o marido e perguntou como andavam as coisas.
Ele disse a ela o martírio da casa podre.
Ela escutou pacientemente e disse que sentia muitas saudades da casa antiga e que estaria disposta a reduzir a parte que lhe caberia do acordo de separação dos bens em troca pela casa.
Sabendo que a ex-mulher não tinha idéia de como estava o fedor, ele concordou com um preço que era cerca de 1/10 do que valeria a casa.
Mas só, se ela assinasse os papéis naquele dia mesmo.
Ela concordou e em menos de uma hora, os advogados deles entregavam os documentos.
Uma semana depois, o homem e sua namorada assistiam, com um sorriso malicioso, os homens da mudança empacotando tudo para levar para a sua nova casa...
...incluindo os varais das cortinas. Ah...AH..... ..AH

MANDAMENTOS DA MULHER
1 - Mulher não mente, e sim omite os fatos.
2 - Mulher não fofoca, mas sim troca informações.
3 - Mulher não trai, se vinga.
4 - Mulher não fica bêbada, entra em estado de alegria.
5 - Mulher nunca xinga, apenas é sincera.
6 - Mulher não grita, testa as cordas vocais.
7 - Mulher nunca chora, lava as pupilas dos olhos com freqüência.
8 - Mulher nunca olha para um homem sarado, apenas verifica suas formas anatômicas.
9 - Mulher não sente preguiça, descansa a beleza.
10- MULHER NUNCA ENGANA OS HOMENS, PRATICA O QUE APRENDEU COM ELES.(essa é cruel)

MEC propõe concurso único para professor


O Ministério da Educação vai entrar em uma área até agora intocada pelo governo federal: a seleção de professores para a educação básica. Em comum acordo com os secretários estaduais de Educação, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) apresentou uma proposta de concurso nacional para contratação de professores, tanto para as redes estaduais quanto municipais. O primeiro pode ocorrer já no segundo semestre deste ano, se houver adesão.
A proposta não é que o MEC faça a seleção no lugar dos governos locais, mas prepare a prova que será usada nos concursos, o que criaria um padrão mínimo nacional. "Nós discutimos há muito tempo a qualidade da formação do professor. Uma das formas de influenciar essa qualidade seria por meio dos concursos, mas muitos municípios afirmavam que é caro desenvolvê-los", explica Maria Auxiliadora Rezende, presidente do Consed (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação).

Os secretários de Educação não só aprovam a medida, como pretendem ir além. Vários manifestaram ontem, na reunião do Consed, a intenção de usar a prova com os professores já na ativa, em avaliações de desempenho para determinar promoções. A presidente do Consed explica que a avaliação de desempenho para promoção já está prevista na LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), mas é feita burocraticamente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

TPM em 4 fases(procura-se a autoria para entregar o Nobel)


Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

*Fase 1 - a Fase Meiguinha*

Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha. Bom sinal?
Talvez, se não fosse mais do que o normal.
Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo.
A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate. O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

*Fase 2 - a Fase Sensível*

Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di. Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai: - Você acha que eu estou gorda? Notem que não é uma simples pergunta retórica. Reparem na entonação, na escolha das palavras.
O uso simples do verbo 'estou' ao invés da combinação 'estou ficando', torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar. E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM. Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

*Fase 3 - a Fase Explosiva*

Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM.
Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase.
Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM. Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico.
Você chega na casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada.
A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua.
Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome. Parece ser uma novela ambientada na era feudal. Sem legendas...

Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: 'Tá tudo bem?' A resposta é um simples e seca: 'Ta' sem olhar na sua cara.
Não satisfeito, você emenda um 'Tem certeza?', que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso 'teenhoo.'. Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que... - Merda, viu!? - ela rosna de repente. - Que foi?

A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta. Sem querer, acabamos de puxar o gatilho. O que se segue são esporros do tipo: - Você não liga pra mim! Tá vendo que eu to aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho! Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo!
Ah, o seu dia foi uma merda? O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você!
E pára de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem! Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa merda! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu Jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela vaca da sua ex-mulher? Só pode ser ela! E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás,vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente! Desnorteado, você pede o pinico e sai. Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

*Fase 4 - a Fase da Cólica*

No dia seguinte o telefone toca. É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar... Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, superamável. Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela. Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado 'O que aconteceu?', você se pergunta. 'Tudo bem'. Você pensa: 'Acho que ela se livrou do encosto'. Pronto! A paz reina novamente. A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz. Pelo menos até daqui a 20 dias...

ADENDO DO LEITOR
P.S.: O PIOR NÃO É ISSO, O PIOR É QUE ELAS ESTÃO LENDO ISTO E ESTÃO DANDO RISADA!!!
ESTÃO DIZENDO, SOU ASSIM MESMO, E DAÍ?

O golpe


Conversa entre o pai e o filho, por volta do ano de 2.050...
- Foi assim que tudo aconteceu, meu filho. Planejaram o negócio discretamente, para que não notássemos.

Primeiro elas pediram igualdade entre os sexos. Os homens, bobos, nem deram muita bola para isso na ocasião. Parecia brincadeira. Pouco a pouco, elas conquistaram cargos estratégicos...Diretoras de Orçamento, Empresarias,Chefes de Gabinete, Gerentes disso ou daquilo.
- E aí, Papai?
- Ah, os homens foram muito ingênuos. Enquanto elas conversavam ao telefone- durante horas a fio, eles pensavam que o assunto fosse telenovela. Triste engano. De fato, era a rebelião se expandindo nos inocentes intervalos comerciais. "Oi querida!", por exemplo, era a senha que identificava as líderes. "Celulite" eram as células que formavam a organização. Quando queriam se referir aos maridos, diziam "o regime".
- E vocês? Não perceberam nada?
- Ficávamos jogando futebol no clube, despreocupados. E o que é pior: continuávamos a ajudá-las quando pediam.
Carregar malas no aeroporto, consertar torneiras, abrir potes de azeitona, ceder a vez nos naufrágios. Essas coisas de homem.
- Aí, veio o golpe mundial?
- Sim o golpe. O estopim foi o episódio Hillary- Mônica.
Uma farsa. Tudo armado para desmoralizar o homem mais poderoso do mundo. Pegaram-no pelo ponto fraco, coitado. Já lhe contei, né? A esposa e a amante, que na TV posavam de rivais eram, no fundo, cúmplices de uma trama diabólica. Pobre Presidente...
- Como era mesmo o nome dele?
- William, acho. Tinha um apelido, mas esqueci.
Desculpe, filho, já faz tanto tempo...
- Tudo bem, Papai. Não tem importância. Continue...
- Naquela manhã a Casa Branca apareceu pintada de cor-de-rosa. Era o sinal que as mulheres do mundo inteiro aguardavam. A rebelião tinha sido vitoriosa! Então elas assumiram o poder em todo o planeta.
Aquela torre do relógio em Londres chamava-se Big-Ben, e não Big-Betty, como agora...
Só os homens disputavam a Copa do Mundo, sabia?
Dia de desfile de moda não era feriado. Essa Secretária Geral da ONU era uma simples cantora. Depois trocou o nome, de Madonna para Mandona...
- Conta mais...
- O resto você já sabe. Instituíram o Robô-Troca-Pneu como equipamento obrigatório de todos os carros... a Lei do Já-Prá-Casa, proibindo os homens de tomar cerveja depois do trabalho... E, é claro, a famigerada semana da TPM, uma vez por mês...
- TPM ???
- Sim, TPM... A Temporada Provável de Mísseis... É quando elas ficam irritadíssimas e o mundo corre perigo de confronto nuclear....
- Sinto um frio na barriga só de pensar, pai...
- Shhh! Escutei barulho de carro chegando.
- Disfarça e continua picando essas batatas.

Luís Fernando Veríssimo