quarta-feira, 28 de abril de 2010

Interdidatica 2010


Milhares de educadores participam da cerimônia de inauguração da Interdidática 2010

Mais de 4 mil educadores participaram da abertura oficial da Interdidática 2010, na manhã desta quarta-feira (28), no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo.
A cerimônia de abertura do Fórum Educacional aconteceu no Grande Auditório “Celso Furtado” e foi dirigida pelo presidente da Interdidática, Eduardo Vidal. Em seguida, deu-se início a conferência sobre Os Desafios do Uso dos Resultados da Avaliação com os especialistas Profa. Dra. Maria Inês Fini, Profa. Dra. Bernadette Gatti, Profa. Dra. Maria Helena Guimarães de Castro e Prof. Dr. Francisco Soares, com milhares de professores, coordenadores, diretores e gestores de ensino.
Compondo os Eventos Integrados da Interdidática, o Seminário de Tecnologia Educacional foi aberto pelo vice-presidente da Interdidática, Jorge Vidal, no Auditório 8 do Palácio das Convenções. A primeira palestra a ser assistida pelos educadores foi do Prof. Dr. Sugata Mitra, que falou sobre Uma Alternativa de Escolaridade: “Self Organizing Systems”na Educação.
Outros nomes nacionais e internacionais vão estar nos palcos dos auditórios durante a tarde deste primeiro dia da Interdidática 2010, falando de suas experiências.
A Exposição Internacional de Sistemas e Soluções em Tecnologia Educacional também teve início nesta manhã, com dezenas de expositores oferecendo novidades no setor de tecnologia educacional, atraindo milhares de visitantes para a área de exposição.

Observações de quem esteve lá: Eu!

Disseram que as escolas escolidas pela SEE para irem são as melhores do estado segundo o IDESP. Começou com uma mesa redonda mediada pela D, Maria Helena Botox e a Ines Fini, enaltecendo as mudaças da educação em São Paulo. Tiveram a coragem de dizer que a mudança do curriculo foi proposta em 2009 e com a aprovação efetivada em 2010 - proposta ou imposta? Falaram, mostraram, enalteceram, só falto falar o nome do Zé desgraça..........
A tarde as palestras sobre avaliação foram muito boas, com nomes internacionais (me senti chique usando foninho para a tradução simultanea). Inclusive Tom Loveless, que entre outros assuntos disse que aumentar a quantidade de dias (mais que 180) e não melhorar a qualidade, não faz diferença na aprendizagem do aluno (o ano letivo nos EUA é de 180 dias) e a Maria Botox, disse que para resolver o problema do Ensino Médio basta diminuir as matérias obrigatórias.... simples....................

Os Coordenadores foram convocados de suas escolas, bem no periodo de fechamento de notas e sequer receberam a ajuda de custo, e terão que se virar para comer. Uma refeição lá, custa R$28,00 (era 35,00, depois baixou) ou seja, 7 tiquetes (detalhe, apesar de ficar mais de 8 horas por dia na escola, o coordenador não ganha tiquete), pra comer um salgado e um cafezinho, se desembolça R$7,00, ou seja quase 2 tiquetes.... pergunto: Como faz pra se alimentar em um dia (horario das 08h30 as 17h30) com dois cafés e um almoço, gastando 11 tiquetes no dia?
Lá tem uma exposição do que há de mais moderno na área da educação, desde carteirinhas, a carteiras com computador para os alunos integrada com a lousa, lousa digital que eu quase morri ao ver, de tanto babar, softwares em 3D (tinham que ver o corpo humano e o processo de mitose), gente tudo do bom e do melhor, mas adivinhem?????? Não será instalado na sua escola, porque giz e lousa são suficientes........
Amanha trago mais noticias, o assunto será os pais. Já vi tudo..........
bjks

Nenhum comentário: