quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A mídia contra Dilma e Mercadante

Semana passada assisti o debate da Bandeirantes, e confesso que mais me ative a ver o Boris Casoy (PSDBista roxo, melhor azul) se mordendo de ter que entrevistar outros candidatos e a não poder (até que pode) babar ovo do candidato cara de chuchu. É incrível como um cara que está no poder há 12 (e 16 com seu partido), tem a cara de pau de dizer que tem novas idéias. Poxa, se as tem, porque não as implanta enquanto é governo? A parte que mais me marcou no debate, foi à maneira que o ex governador esta preparado para responder perguntas, e sua mais relevante frase foi ... "Há uma aliança entre o PT e o malufismo. Até as gravatas são iguais", para podermos observar o que esta pessoa candidata mais se preocupa, com as gravatas. Ele adora evitar confrontos, não gosta de se posicionar. Dizem que até nos assuntos do diretório, ele se esquivava de discordar de algo, de mostrar sua opinião. MURO.
Ah! vale lembrar que o tucano disse que o governo federal aumentou impostos, mas se a gente se lembra, quando houve a redução do IPI pra linha branca, o Serra, simplesmente aumentou o ICMS deles e aí quase que a isenção federal não apareceu.
Também assisti via net, o debate da UOL/Folha (que todo mundo sabe que sempre puxa sardinha pro lado do PSDB), quase inteiro e depois li o resumo. Está claro como tentaram colocar seu candidato (Alckmin) como vitima do debate e como grande “ganhador”.
Ainda me assusto de como a mídia brasileira, mesmo após o fiasco Collor, ainda tenta manipular a população. Cabe assistir ao documentário da BBC de Londres (se não me falha a memória) que fala sobre a rede Globo e a manipulação das eleições em que Collor foi vencedor e a que arquitetaram a derrota de Brizola, mas que caiu por terra, MUITO ALÉM DO CIDADÃO KANE. Vale muito a pena ver, inclusive coloquei um link do filme em um post antigo e se por acaso não estiver mais funcionando, é só avisar que procuro outro.
Outro ponto interessante, que eu conversava com os professores ontem na HTPC, sobre a pouca importância que no Brasil se é dada ao papel do vice, e que no caso do Serra, é muito importante, pois o Serra nunca, desde que concorreu e ganhou a cargo do executivo terminou o mandato. Alguém aí, que é de São Paulo - Capital, votou no Kassab como vice do Serra? Alguém como paulista votou no Goldman? Quem é Goldman?
Pois é, não podemos esquecer que o vice agora é o Índio, que já precisou ser calado pelo partido. Cuidado......................

Sou professora de história e adoro política. POLÍTICA e não politicagem, e é por isso que gosto de comentar com vocês.

bjks.............

Nenhum comentário: