sábado, 8 de janeiro de 2011

Novo secretário de Educação de São Paulo quer avaliação semestral de alunos

05/01/2011 - 15h00


Rafael Targino Em São Paulo
O novo secretário de Educação de São Paulo, Herman Voorwald, disse nesta quarta-feira (5) que pretende implantar uma avaliação semestral dos alunos da rede pública estadual. Segundo ele, o estudante entraria em uma espécie de "recuperação" caso não conseguisse um bom resultado.
A avaliação não seria um novo Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento do Estado de São Paulo), de acordo com o secretário - já que a nova prova avaliaria o aluno e não a rede como um todo.
A ideia é que a avaliação comece a ser aplicada em 2012, junto com os novos ciclos da progressão continuada. Pela proposta, ao invés de ter somente duas "oportunidades" de ser reprovado ao longo do fundamental, o estudante teria três.
Voorwald disse também que o termo "progressão continuada" será "abolido" da secretaria e modificado para "reorganização do ensino fundamental de nove anos". Tanto a prova quanto a "reorganização" devem ser levados para a aprovação do governador Geraldo Alckmin (PSDB) nas próximas semanas.

Bônus

O novo secretário tomou posse nesta quarta prometendo políticas de valorização do professor. "Não consigo entender um comprometimento de uma comunidade sem que haja reconhecimento do comprometimento", disse.
Ao ser questionado sobre possíveis modificações no bônus por mérito para docentes da rede, Voorwald desconversou e disse que pretende "discutir com a comunidade" o tema.

Ou seja, vai continuar tudo na mesma, eles decidem e a gente tem que acatar.............

Nenhum comentário: