sexta-feira, 16 de março de 2012

Greve nacional de professores termina nesta sexta; CNTE avalia movimento de forma positiva


A greve nacional de professores convocada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) termina nesta sexta-feira (16) com assembleias em alguns Estados para discutir a continuidade do movimento em nível local. Segundo o presidente da CNTE, Roberto Franklin Leão, pelo menos vinte Estados estão com as atividades paralisadas hoje.

Para Leão, a paralisação de três dias, iniciada na quarta-feira (14), teve “grande adesão e aconteceu dentro do esperado”. “As marchas foram muito bem recebidas pela população e mesmo os Estados que não pararam tiveram algum tipo de mobilização”, afirmou. Os professores do Piauí, Goiás, Rondônia e Distrito Federal já interromperam as aulas por tempo indeterminado.

Professores fazem manifestações pelo país

Foto 41 de 44 - 15.mar.2012 - Os professores da rede estadual do Paraná realizam nesta quinta-feira (15) uma paralisação de 24 horas para exigir reajuste salarial. No final da manhã, 6.000 participaram de uma passeata no centro de Curitiba, segundo a Secretaria de Trânsito da capital Mais Franklin de Freitas/AE
A principal reivindicação da categoria é o cumprimento da Lei do Piso - o novo valor anunciado pelo MEC (Ministério da Educação) é de R$ 1.451. O protesto também defende um maior investimento público em Educação.
Segundo um levantamento feito com as secretarias de educação dos Estados, nove deles ainda não pagam o piso nacional dos docentes. Pelas contas dos sindicatos, são 17 Estados que não cumprem a Lei.

Assembleia em SP

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) convocou uma assembleia de professores para as 14h desta sexta-feira (16) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, localizado na zona Oeste da capital paulista. Os docentes participaram da greve nacional de três dias convocada pela CNTE e vão decidir se continuam com as atividades paralisadas ou não.
A principal reivindicação dos docentes é a destinação de um terço da jornada de trabalho para atividades extraclasse, regra prevista na lei que criou o piso salarial da categoria.

Nenhum comentário: