sábado, 20 de abril de 2013

MEC quer integrar currículo do ensino médio nas 4 áreas do Enem

A proposta em estudo será desenvolvida em parceria com os Estados, que hoje representam 86% da oferta de ensino médio no País

O ministro da Educação, Aloízio Mercadante, afirmou nesta quarta-feira que o MEC estuda mudar o currículo do ensino médio, passando a seguir o modelo adotado pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que integra as disciplinas em quatro grandes áreas do conhecimento: ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática.

Mercadante disse que a mudança no currículo do ensino médio – que hoje conta com pelo menos 13 disciplinas – será feita em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed). Hoje, 86% da oferta de ensino médio cabe às redes estaduais de ensino. De acordo com o ministro, a meta da parceria é atrair cerca de 970 mil jovens de 15 a 17 anos de idade que estão fora da escola.

Entre as ações em análise para reformulação do ensino médio está a oferta de bolsas de estudos e de pesquisas para estimular a vocação de jovens para as carreiras de professor e de cientista. Outra proposta é a ampliação do ensino profissionalizante, que pode ser feito paralelamente ao ensino médio. A meta é ofertar 8 milhões de vagas até 2014.

As propostas foram apresentadas pelo ministro durante audiência pública da manhã desta quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

Nenhum comentário: